Como descobrir o meu estilo?

Quantas foram as vezes que você se pegou parado diante de um guarda-roupa cheio, pensando: “socorro, eu não tenho nada para vestir”? Bem, esse é um sintoma certeiro de que o seu estilo ainda não está claro o suficiente para você. Ter essa definição é muito importante, pois além de poupar o tempo perdido apenas olhando para suas roupas, conhecer o seu estilo pessoal traz segurança para encarar o dia a dia, fazendo-a se sentir legitimamente bonita qualquer que seja a peça que estiver usando.

Mas, por experiência pessoal e profissional, sei que chegar lá pode ser uma luta. Por isso, o artigo de hoje traz 5 dicas práticas para encontrar seu estilo que certamente irão acender aquela luz no fim do túnel. Além disso, conversei com a psicóloga Luciana de Albuquerque, parceira da Consultoria de Imagem, sobre autoconhecimento e autoestima, duas qualidades que precisam ser desenvolvidas com seu estilo. Boa leitura!

mariana_artigo_descubra_estilo

1 – Conheça-se como ninguém

A coisa mais importante que você deve considerar quando está no processo de descoberta do seu estilo é: manter-se fiel a você mesmo. E isso exige uma boa dose de autoconhecimento. Segundo Luciana de Albuquerque, “para fazer boas escolhas na vida é preciso ter a consciência de si mesmo, pois só assim saberemos qual o melhor caminho; e quando falamos de estilo pessoal estamos falando de escolhas também”.

Mas então, existe alguma mágica para o autoconhecimento acontecer? “Para se conhecer é preciso ter consciência de si mesmo, é preciso se olhar e fazer uma viagem interna. Prestar atenção em si mesmo. Terapia pode ajudar muito, pois é um espaço para parar, pensar, refletir e se conhecer”, explica Luciana.

2 – Procure inspiração

Depois de olhar para dentro, você pode dar uma espiadinha ao seu redor. Quem são as pessoas que inspiram seu dia a dia? Como elas se vestem? Que revistas ou sites você anda lendo? Selecionar inspirações de diferente fontes é uma ótima maneira de descobrir coisas que combinam ou não com você.

Aqui, uma tarefa de casa pode ser bem útil! Crie uma conta no Pinterest e faça buscas nessa rede pelos nomes das suas celebridades favoritas. Escolha as imagens que mais gostar e salve-as em uma pasta chamada “Estilo Pessoal”. Agora, dê mais uma olhada nas fotos selecionadas e preste atenção no que elas têm em comum. Você irá descobrir peças, acessórios e até mesmo nomes de estilos para descrever o que tanto lhe agradou.

3 – Trabalhe sua autoestima

“Autoestima é o valor que a gente se dá”, explica Luciana. Para a psicóloga, atualmente, as pessoas andam esperando o contrário: que o mundo diga seu valor. E isso acaba resultando em problemas com a própria aparência ou em obsessões por seguir certos padrões que não são os nossos.

O que precisamos resgatar é o reconhecimento dos nossos pontos fortes e fracos em todos os aspectos que nos cercam – emocional, psicológico, físico. Assim, “com a autoestima positiva e realista, a pessoa poderá descobrir seu estilo e valorizar o que tem de melhor”, Luciana completa.

Por isso, procure se livrar da pressão para entrar naquela calça número 36. Não é esse o tamanho que deve medir sua confiança! “Precisamos aprender, ou reaprender, a ver beleza em todos os lugares e padrões. Precisamos enxergar beleza no branco e no preto, no novo e no velho, no feminino e no masculino… O padrão de beleza imposto reduz nossa visão e precisamos, sempre, ampliar nossa visão de mundo”, afirma Luciana.

4 – Olhe para o seu guarda-roupa

Fazer uma limpa nas roupas que você não usa mais é, certamente, um passo importante para desafogar seu guarda-roupa e poder entender melhor qual é seu estilo. Mas, antes disso, você também pode olhar para ele de um modo mais pragmático do que o usual. Preste atenção nas suas peças e procure aquelas que não se encaixam com a sensação geral. Talvez ali no meio de um mar de camisas neutras esteja uma blusa bordada e colorida. Esse tipo de peça é, provavelmente, parte de um estilo que você acha bonito mas não se sente confortável usando. E descobrir isso é fundamental para orientar suas futuras compras!

5 – Peça ajuda

O que você faz quando sua pele não anda muito boa? Vai ao dermatologista. E quando seu cabelo está muito comprido e mal cuidado? Cabeleireiro na certa. O mesmo deve valer para o seu estilo! Se você anda brigando com seu espelho e se todas as nossas dicas parecem difíceis demais para serem feitas sem nenhuma ajuda, pode ser hora de procurar pela Consultoria de Imagem. Nosso trabalho é acompanhar e orientar cada um desses passos, estudando sua personalidade, estilo e expressão, para transformar a sua imagem conforme os seus objetivos.

Clique aqui e saiba mais sobre como a Consultoria de Imagem pode ajudá-lo a encontrar seu estilo.